SMASH THE CAKE

Imagem

Olá como vai?

Quero compartilhar com vocês algumas fotos que fogem do Tradicional e é uma nova maneira para comemorar o primeiro aninho do bebê. “Smash the Cake” surgiu nos Estados Unidos e já é moda no Brasil. No ultimo Sábado estive fotografando os Gêmeos Vinicius e Mariana. Vale a pena conferir a bagunça…

Imagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

13

 

Gostou?

Beijos :D

Fotos: Rodolfo Corradin ( orçamento: http://www.facebook.com/studiorodolfocorradin / contato.rodolfocorradin@yahoo.com.br )

OCORREU COM CORRADIN

Olá pessoal, já que esse é o meu primeiro post deixem, antes de mais nada, que eu me apresente:

Meu nome é Rodolfo Corradin, tenho 20 anos (com cara de 25), nasci em Itapeva – SP onde morei ate os meus 14. Hoje, moro em Apiai – SP uma cidade pequena, mas que me acolheu e me proporcionou grandes oportunidades.

A fotografia foi algo que sempre gostei, tanto que desde a infância ela me chamou atenção. Lembro como se fosse ontem o dia em que ganhei minha primeira câmera fotográfica, daquelas em que você colocava filme (rs), Imaginem só a minha cara quando abri um pacote de bolacha, com 4 anos de idade e de lá ganhei uma câmera. Apesar de não entender uma palavrinha que estava escrito, já que nem sabia ler ainda, eu vi a foto de uma câmera junto a mensagem. Daí eu entendi, que nenhum brinquedo meu ia mais escapar das minhas fotos, hahahah. Aquilo era novo pra mim, congelar o tempo e guardar em um pedaço de papel.

Meus pais sempre me incentivaram, talvez com intuito que eu me divertisse. Até mesmo colocavam filmes para que eu pudesse fazer minhas próprias fotos, mas como era algo que eu não tinha controle, nem mesmo sobre o que fotografava, eles resolveram deixar a câmera apenas com pilha para que o flash pudesse funcionar. Hoje entendo que eles tinham toda razão, pois naquela época eu fotografava vazo sanitário, brinquedos e etc…

Passados os anos a fotografia continuava em minha vida, contudo, não de forma intensa como agora. Ahh, é importante contar um pouco da minha época não tão bem sucedida da escola (hehe): nunca tive muita capacidade de aprender tudo que os professores me passavam, sériooo mesmooo!!! Sei lá, durante as aulas minha mente não se ligava muito no que os professores estavam ensinando, eu “viajava”. Contudo, posso dizer com toda a certeza de que a escola foi um lugar onde aprendi a conviver com as pessoas e valorizar os amigos. Mas como só as brincadeiras não bastam, acabei faltando demais, e ficando retido no último ano.

Naquela época eu já fazia algumas fotos, principalmente dos amigos que se dispunham a ser meus “modelos”, hahaha, mas ainda não pensava na fotografia totalmente como uma profissão. Além disso, eu era bem mais jovem, e por isso não tinha tantos meios.

Por muitas vezes fui alvo da crítica de alguns professores, já que não acreditavam em mim.(Gostaria muito de mencionar alguns nomes nesse espaço e mandar um abraço para alguns deles que me tiravam da sala toda aula, mas que hoje me encontram e dizem que sempre confiaram no meu sucesso :P) Talvez isso não importasse tanto, pois Deus acreditava. Essa fase foi difícil, porque era um jovem que precisava decidir o próprio futuro e buscar algo que me desse prazer em fazer, que eu me divertisse e pudesse mostrar e fazer algo legal para as pessoas. Mesmo difícil, sei bem o quanto ela foi importante, e é importante hoje para mim.

Enfim… comecei a trabalhar na parte administrativa de uma Boutique. Curtia muito por sinal, mas chegou um momento em que eu precisava mesmo decidir algo sobre meu futuro, mesmo porque, a fotografia ainda estava ali na minha vida, só que eu não queria mais fotografar brinquedos, como antes, hehehehe. Foi então que comprei um equipamento profissional com o meu próprio dinheiro, Sei lá, foi parcelado em 6x mas eu paguei, fiquei muito feliz pois a partir do momento eu nunca mais fiquei sem fazer fotos e sem clientes.

Hoje estou dois anos somente trabalhando com a Fotografia e já posso ver como as coisas foram rápidas, tantas oportunidades, clientes, pessoas que me apoiam, tudo isso é muito importante pra mim. Faço o que amo e ainda posso mostrar para as pessoas através da minha foto uma maneira diferente de ser ver a vida.

Bom, eu acho que é isso e nesse blog pretendo escrever algumas experiências pessoais e profissionais.

Abraços, Rodolfo Corradin.

http://www.facebook.com/rodolfocorradin | http://www.facebook.com/studiorodolfocorradin | twitter e instagram: @rodolfocorradin